Busca avançada
Página Inicial


Velut Luna - A Clínica Geral da Nova Psicanálise

Autor: Magno, M.D.
Editora: NovaMente editora

MD Magno - Seminário 1994 O que a psicanálise produziu como Teoria pode ser o desenho de uma organização universal da mente? E o que tem praticado como Clínica é ainda viável no mundo contemporâneo onde tudo se deteriora com rapidez? São algumas perguntas de MD Magno ao continuar neste livro - que transcreve seu Seminário oral de 94 - a reformatação da psicanálise que vem realizando desde a década de 80.

R$ 45,00

Para pagamentos em boleto, existe uma taxa de R$ 8,50

Denuncio na psicanálise das gerações anteriores, um rebaixamento do nível de
exigência .

    

Ficha Técnica

ISBN: 978-85-87727-22-0
Idioma: Português
Encadernação: Brochura
Dimensão: 16 x 23 cm
Peso: 0.574 Kg
Edição: 2ª
Ano de Lançamento: 2008
Número de Páginas: 310
Demo: Baixar Demo

Sinopse

MD Magno - Seminário 1994 O que a psicanálise produziu como Teoria pode ser o desenho de uma organização universal da mente? E o que tem praticado como Clínica é ainda viável no mundo contemporâneo onde tudo se deteriora com rapidez? São algumas perguntas de MD Magno ao continuar neste livro - que transcreve seu Seminário oral de 94 - a reformatação da psicanálise que vem realizando desde a década de 80. Suas respostas se desenvolvem na retomada da noção de FORTUNA (Sorte, Tiquê, Evento), que, tal qual a LUA - velut luna - nas canções da Carmina Burana, serve para expressar as volubilidades humanas com que lida a Clínica psicanalítica. Assim, ao longo do livro podemos percorrer avanços conceituais originais como o aparelho dos CINCO IMPÉRIOS, que abre novas perspectivas de entendimento ao traçar um verdadeiro 'caminho necessário' dos desempenhos culturais de nossa espécie em seu perene movimento de busca de maior abstração. Acompanhamos também a precisão do questionamento e da reflexão sobre temas como realidades virtuais, sujeito, inconsciente, tempo, verdade, o trágico, o herói... A questão da ÉTICA da psicanálise é trabalhada longamente para situá-la na VIAGEM que a CLÍNICA propicia no sentido de, para além das determinações e sobredeterminações, fazer relembrar a HIPERDETERMINAÇÃO que nos afeta radicalmente. MD Magno aproveita Galileu Galillei, de Brecht, para indicar que a ética que temos é a "polética de retorno": oferecer de bandeja aquilo que se colhe desta viagem ao Cais Absoluto de nossa afetação. É o esforço de permanente "faxina" da psicanálise afirmada em sua postura autônoma como campo específico de conhecimento e ação, apto a enfrentar com força própria os tempos de hoje, em que as sombras, semelhantemente à lua em eclipse, estão obscurecendo o mundo.


      CONHEÇA TAMBÉM    
        


    FORMAS DE PAGAMENTO    

  

Seu Site na Internet